Então, eu li... Lua Nova

09:30:00

Na semana passada me foi lançado o desafio de ler, ou no meu caso reler, a série Crepúsculo, de Stephenie Meyer e resenha-la aqui no blog. De início eu não ia aceitar o desafio por motivos óbvios, mas eu decidi dar uma chance a série, e assim como em Crepúsculo, eu tentei ler e ver a história secundária sem a interrupção do foco sobrenatural, o que foi um pouco difícil, pois Lua Nova conta com uma produção sobrenatural muito maior do que o primeiro livro da saga.

Então, sem mais delongas...



Lua NovaTítulo: Lua Nova

Subtítulo: Crepúsculo - Livro 2
Edição: 1
ISBN: 9788598078359
Editora: Intrínseca
Ano: 2008
Páginas: 448




Sinopse: Para Bella Swan, há um coisa mais importante do que a própria vida: Edward Cullen. Mas estar apaixonada por um vampiro é ainda mais perigoso do que ela poderia ter imaginado. Edward já resgatara Bella das garras de um monstro cruel, mas agora, quando o relacionamento ousado do casal ameaça tudo o que lhes é próximo e querido, eles percebem que seus problemas podem estar apenas começando... Legiões de leitores que ficaram em transe com o best-seller Crepúsculo estão ávidos pela seqüência da história de amor de Bella e Edward. Em Lua nova, Stephenie Meyer nos dá outra combinação irresistível de romance e suspense com um toque sobrenatural. Apaixonante e cheia de reviravoltas surpreendentes, essa saga de amor e vampiros segue rumo à imortalidade literária. 


Resenha: Tudo começa com a festa de aniversário de Bella, aniversário que diga-se de passagem, ela não gostaria de estar celebrando. A personagem tem a estranha mania de se achar velha demais para um vampiro 'lindo' e imortal de 17 anos. 
Então se nós achamos a caça dos vampiros com James alucinante, não sabe o que esta por vir. 

CUIDADO: O texto a seguir pode conter alguns spoilers.

Depois que um 'grande' acidente acontece na cuja festa de aniversário de Bella, Edward toma uma decisão um tanto precipitada, ao meu ver, saindo então, juntamente da sua família, de Forks, e deixando Bella totalmente sozinha naquela minúscula cidade com o Charles, que por ele mesmo é a mesma coisa que nada. De início ela acha que o namorado estaria apenas armando uma grande peça de mau gosto, mas depois que os dias vão passando, ela vai percebendo que aquela ausência é real, e de que as coisas vão começar a ficar muito ruins. 

Com o passar dos dias, dos meses, Bella começa a entrar em uma profunda onda de depressão e que aparentemente não conseguirá sair, mas eis que nesse momento reaparece, do fundo do baú da mente de Stephenie, um personagem que iria mudar um pouco essa estória, e, literalmente enraivecer a vida de Bella. 

Jacob, um cara alto, moreno, forte, lindo e sensual, é aquele amigo de infância de Bella, o filho do melhor amigo de Charles, cujo tinha Bella como única amiga, e que provavelmente devem ter brincado de 'médico'. Mas agora Jacob não é mais um menino, não senhor, e ao contrário das brincadeiras infantis de outrora, ele culmina uma certa paixão fervorosa pela nossa protagonista, uma paixão que ela nem se da conta, pobre Jacob. 
Então Bella, depois de uma chantagem ou outra de Charles, se deixa envolver no mundo do jovem rapaz, que é literalmente o oposto de Edward, diga-se de passagem, mas que mesmo assim esconde algo muito maior do que ele.

Crepúsculo terminou deixando um pouco a desejar, mas depois que Edward vai embora, #desculpaaioessoal, a estória começa a ficar muito mais interessante. Jacob não brilha, consegue sentir desejos sem matar a bella e é um lobisomem. Sim, sim. Um lobisomem.
Uma das várias conversas que os nossos novos dois protagonistas tem ao longo do livro, é sobre a estranha sensação que Jacob tem em relação a seus antigos amigos Quileutes, como são chamados os nativos da tribo onde vive. Eles começaram a andar, literalmente, em bando e a se comportarem de modo muito estranho, e isso o estava perturbando. Então acontece do nosso protagonista secundário ser tragado para dentro do mesmo. Então é ai que Bella descobre tudo, e passa a se questionar se tudo o que ouvimos quando crianças, as estórias de terror e de sobrenaturalidade são verdadeiras ou não.

Acho que Meyer adicionou os novos personagens do livro na estória na hora certa, pois estava precisando disso, um pouco de ação que não fosse vampiresca. E essa relação da Bella com o Jacob.. . vamos falar mais sobre.

Bella sabia que viver no mundo de Edward era perigoso, por isso queria se tornar uma vampira, mas, ao meu ver, acho que ela também teria se dado bem em meio ao mundo lupino. Tudo começou como uma linda amizade, mas que ao decorrer do tempo se transforma em algo mais, pelo menos para um dos lados da moeda. Então o tempo passa, e essa relação começa a crescer mais e mais, até...

Eu esqueci de mencionar na resenha passada, mas os vampiros dentro do mundo idealizado de Meyer possuem habilidades sobrenaturais que vão além das que estamos habituados a ver em vampiros, como a de Edward, leitura de mentes ou de seus irmãos de clã, como Alice, a vidente ou Jasper, o hipnotista, e justamente Alice que faz a estória dar uma guinada mirabolante no final do livro.
Em um de seus momentos devaneantes, Bella pula de um penhasco, com o objetivo de poder ver Edward, que não passa de uma projeção mental feita pelo seu subconsciente. Mas Alice pensa que ela se matou, pois não a viu ser retirada da água...
Eu disse que iria tentar ler e ver o livro com outros olhos que não fossem os sobrenaturais, mas não tem como, Lua Nova é um livro altamente fictício, onde a única coisa humanamente próxima do normal, é a relação afetuosa de Bella com Jacob. Ponto. O que foi muito bom, pelo menos enquanto durou (#TeamJacob).

Eu também gostei e desgostei do livro por um motivo: Meyer nos apresentou o lado aristocrático do mundo vampiresco, em suma, os vampiros que regem o mundo vampírico. O clã Volturi. Mas meu... eles brilham. #comofas.

Resumindo, Jacob foi a válvula de escape que Meyer usou para poder ter uma estória onde fizesse com que Edward fosse em bora, fizesse Bella sofrer, mais, e depois fazer com que o infeliz voltasse. Nesse meio tempo, os lobisomens são inseridos na estória, o que deixa tudo com um ar muito mais renovado e com aquela cara típica de triangulo amoroso juvenil, pois convenhamos, Crepúsculo é uma série infanto-juvenil. E onde Jacob não usa camisa, diga-se de passagem.

Minha coleção de Crepúsculo saga é da 1º edição, então é aquela edição bem primária mesmo, onde a editora pode lançar de qualquer jeito só para ver como vai ser o rendimento da coisa, então temos vários erros ortográficos e gafes horrendas de tradução e eu mantenho o que disse no primeiro livro: o livro não tem estória o suficiente para ele ter quase 450 páginas. A cabeça da Bella foi se tornando muito mais depressiva ao decorrer do livro e isso me enjoou muito, tanto que levei 5 dias para ler Lua Nova. Sabe aquele roda-roda que não chega em lugar algum?! pois é. Aconteceu de ter certas coisas que eu não via a necessidade de estar ali, pois não influenciou em nada minha leitura no futuro.

Lua Nova tem seus pontos negativos? Vários, acho que já os citei, mas ele também não é aquela estória horrorosa que o povo fala por ai. Tem seus méritos. Tem um bom romance, o início de um triangulo amoroso, a separação dos fãs em Team's diferentes e um monte de outras coisas.

Mas então.. . se você quer uma leitura leve, um romance tranquilo e que se desenvolva legal, Crepúsculo saga não é para você.

O restante da série vai sendo postada periodicamente em ordem cronológica ao decorrer do mês.


< Crepúsculo | Eclipse > 



You Might Also Like

2 comentários

  1. Oieeeee, então, cara, como falar sobre essa série? A gente pode apenas pular? LOL brincadeira. Gostei da resenha, mas não me faria reler a série.

    Beijos, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs' Pois é, eu realmente pensei em não aceitar o desafio, mas eu sou o tipo de pessoa que costuma mais uma chance, porém 'Vitor não dá segundas chances'. Enfim, acho que funcionou para mim, estou menosprezando menos a Bella. Eu acho. kkk' Valeu Ray'

      Att,
      V. I. Neves

      Excluir

Olá você! Não esqueça de postar o link do seu blog aqui nos cometários para que nós também possamos dar uma visitada no seu. Okay?!

Atenciosamente,
Solstício & Equinócio